5 de ago de 2010

Espadas de um Guerreiro

Ao norte de lugar nenhum

Estou cansada desse marasmo
Mais parado que minha mente inerte
E é quando por um segundo me lembro de você

Memórias de quem tanto me ensinou
Insistiu e tentou
Lembranças de quem já me fez sorrir e sofrer

Foi mau com você por perto
Fechava meus olhos
Afinal eu era só a espada na mão de um guerreiro
Ou até mesmo areia, cimento e tijolo
Uma carga feita para construir a muralha perfeita
Uma espada usada numa batalha
Guiada pela inteligencia e pela malicia

Só que eu fui embora
E fui no tempo certo
Demais pra mim, pra você
lealdade se foi
Sua espada quebrou
Sua muralha caiu
E agora eu faço a minha vida,
Você constrói uma nova
Junto meus pedaços
E você usa outra espada

Foi o tempo certo
Um pouco demais pra mim

Minha esponja continua molhada de tanto veneno que absorvi
Mas muito aprendi
Agora você fica e eu vou
Você vai e eu fico

Fomos de bom proveito
Já que te ensinei a viver enquanto aprendia a morrer.

5 comentários:

  1. Lembranças de quem já me fez sorrir e sofrer

    Uma carga feita para construir a muralha perfeita
    Uma espada usada numa batalha
    Guiada pela inteligencia e pela malicia

    Fomos de bom proveito
    Já que te ensinei a viver enquanto aprendia a morrer


    takipairiiiu
    dispensaa qlqr comentario..ta escrevendo muiiito
    vo roubar pra perfil seus textos rsrs

    (L) kaa

    ResponderExcluir
  2. ''Já que te ensinei a viver enquanto aprendia a morrer''

    ;x perfeitoooo amei amei ameii
    minha poeta (L'

    ResponderExcluir
  3. porra esculaxo e isso é lindo *--*

    ResponderExcluir
  4. Belas palavras..
    ta muito Foda *-*


    zacuu escritora gatuxa xD
    ^^

    ResponderExcluir
  5. voce escreve muito bem :D
    e faço das palavras da Kaa as minhas
    vou te roubar pra perfil haha
    bjs :*

    ResponderExcluir